- "PREPARE SEU CORAÇÃO PRAS COISAS QUE EU VOU CONTAR...": um ensaio sobre a dinâmica das quadrilhas juninas no Ceará

Autora: Hayeska Costa Barroso
Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2013.

Este trabalho tem como objetivo compreender a dinâmica de organização das quadrilhas juninas cearenses na contemporaneidade, tomando como caso particular do possível a experiência da Quadrilha Arraiá do Zé Testinha, a mais antiga a figurar o cenário do circuito quadrilheiro oficial de eventos no Ceará. Deste modo, buscou-se, especificamente, identificar os processos de estruturação e preparação dos grupos juninos, os sujeitos que integram tal cenário e os papéis que desempenham, bem como compreender como se expressam as dimensões do tradicional e do moderno, da festa e do espetáculo nos festejos juninos. O método utilizado, para tanto, foi a etnografia, como descrição densa, capaz de dar conta da riqueza e particularidade do objeto a partir de seu potencial interpretativo. O percurso metodológico contou com as pesquisas bibliográfica, documental e de campo. As técnicas de coleta de dados foram a observação direta e participante, e a entrevista do tipo semi estruturada. Os instrumentos utilizados foram: diário de campo, questionário, gravador de voz. A pesquisa revelou que a quadrilha junina apresenta uma complexa organização, envolvendo sujeitos e cenários os mais diversos, que extrapolam sua organização propriamente interna. Tal organização se dá por etapas que compreendem desde a escolha da temática, passam pela elaboração do texto do casamento, a coreografia, os ensaios, a confecção da indumentária e desembocam nas apresentações. Em suas dimensões tradicional e moderna, as quadrilhas se apresentam muito mais como um híbrido do que presa em tais classificações. A Zé Testinha, cuja principal característica é a autoidentificação como uma quadrilha junina tradicional também não escapa a essa falsa oposição entre tradição e modernidade.

Link: www.uece.br



- AS CONSTRUÇÕES DA CIDADANIA: as juventudes e suas percepções sobre o território do Grande Bom Jardim - Fortaleza.

Autora: Cláudia Maria Inácio Costa
Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2012.

Entender como os jovens do Grande Bom Jardim percebem o papel das juventudes no contexto da periferia de Fortaleza. Isso é o que este trabalho se propõe. Para tanto o trabalho se divide em três partes que versam sobre as relações entre território, cidadania e juventude. A metodologia utilizada é a fenomenológica-hermenêutica, que se utilizou das técnicas da observação participante e entrevista semi-estruturada para se chegar às respostas das perguntas empreendidas na construção do objeto. No primeiro capítulo é feito uma descrição sobre como se deu o processo de investigação, unindo a discussão teórica sobre as escolhas metodológicas. No segundo são tratadas as relações entre território e juventude, numa visão mais ampla de território como palco das relações sociais. No terceiro e último capítulo é feita a relação entre cidadania e juventude, sempre intercalando com as análises da pesquisa. Por fim, na conclusão, apresenta-se todo o diálogo construído entre empiria e teoria, reconhecendo que cidadania e juventude se fazem e eterna construção, pois são reflexos das relações sociais e nelas atuam.

Link: www.uece.br



- PRIMEIRO-DAMISMO NO CEARÁ: Luíza Távora na gestão do social.

Autora: Moíza Siberia Silva de Medeiros
Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientadora: Maria Helena de Paula Frota
Ano de Obtenção: 2012.

Este trabalho dissertativo teve como objetivo geral compreender o papel da primeira-dama Luíza Távora na gestão do social no Ceará, durante os dois mandatos de seu marido, Virgílio Távora, no executivo estadual nos anos de 1963-1966 e de 1979- 1982, quando retorna ao poder. E como objetivos específicos: problematizar a atuação de Luíza Távora nas esferas pública e privada e compreender os papéis desempenhados por ela no social. O estudo caracteriza-se pelo recurso à memória, tendo lançado mão, primordialmente, da História Oral, com a realização de sete entrevistas
com pessoas que atuaram no social durante o segundo período da gestão de Luíza Távora; e se utilizado dos arquivos disponíveis no Acervo Virgílio Távora e dos jornais da época, referentes aos dois períodos estudados. Com o estudo, concluiu-se que: as propostas para o social nesse período
estiveram em constante contradição, apresentando uma hibridação entre moderno e tradicional, público e privado. Assim, demarcam-se dois momentos distintos na atuação de Luíza: a primeira gestão, com a primeira experiência de planejamento, tendo a aliança com a Igreja Católica e o voluntariado como carro-chefe, o que coloca o Estado mais no papel de subsidiário do que de executor, e Luíza como uma mulher-benemerente; e a segunda gestão, marcada pela ênfase maior na técnica, na burocracia e no planejamento, com as ações sendo coordenadas e executadas pelo Estado, tendo como característica principal a atuação de profissionais especialistas em cada área de intervenção, e Luíza como mulher chefe. Assim, infere-se que a atuação de Luíza Távora no social se apresentou de forma híbrida: de um lado buscava inovar no âmbito do social dando ênfase à qualidade técnica dos serviços, com a introdução do planejamento, com a ampliação do número de atendimentos e serviços, porém, de outro, se projetava a figura da benemerência e da caridade, da vocação ao cuidado do outro, associado ao signo cristão e "feminino" do próximo e do amor aos pobres.

Link: www.uece.br



- DESENVOLVIMENTO PLANEJADO E AÇÕES DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NO CEARÁ: O caso do Complexo Industrial e Portuário do Pecém

Autora: Maria Charleny de Sousa da Silva
Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2010.

O objetivo dessa dissertação é analisar de que forma as ações que envolvem a qualificação profissional no Estado do Ceará estão impactando ou poderão impactar o Município de São Gonçalo do Amarante. Buscou-se, pois, analisar se as ações que envolvem a qualificação profissional em execução, assim como, as ações em planejamento, estão possibilitando ou possibilitarão a absorção de mão de obra, especialmente a local, nos novos projetos estruturantes (Companhia Siderúrgica do Pecém, Refinaria Premium II e Usinas do Pecém) que estão sendo construídos no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, situado no Município em foco. A investigação foi orientada pelos seguintes objetivos específicos: a) Apontar não só as demandas que já estão declaradas pelos possíveis investidores para
área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém como também as possíveis demandas futuras; b) Registrar as ações em planejamento, das Secretarias e instituições de ensino, para atender as demandas dos projetos estruturantes; c) Mostrar as ações de qualificação profissional, em execução, das Secretarias Estaduais de Educação, de Ciência e Tecnologia, do Trabalho e Desenvolvimento Social, para os projetos estruturantes; e d) Verificar se há articulação entre o que está sendo desenvolvido e planejado por Secretarias, instituições de ensino e organizações dos trabalhadores, em relação à necessidade de formação profissional para os novos empreendimentos. Trata-se de uma abordagem qualitativa com pesquisa de campo, na qual se utilizou como técnicas a coleta de documentos e coleta de informações por meio de entrevistas com representantes das secretarias do Governo do Ceará (SEDUC, STDS e SECITECE). Dentre as observações destaca-se que o CIPP está sendo não só o maior estruturador do Município, como também do Estado do Ceará e de todas as regiões por ele influenciadas, haja vista que reflete o modelo de desenvolvimento com investimentos em industrialização, constituindo-se numa via fundamental para alcançar produtividade, o progresso tecnológico e a competitividade no mercado mundial. É preciso, no entanto, investimento em formação profissional. Ao mesmo tempo, é preciso que as autoridades estejam atentas não apenas para a capacidade de empregos que serão gerados, como também para sua natureza e qualidade do emprego, assim para as relações de trabalho, combatendo as que excluem e oprimem. Enfim, para que a finalidade dessa consolidação do Complexo tenha efeito duradouro em termos da promoção do desenvolvimento local, e não o contrário.

Link: www.uece.br



- Democracia, Participação e Cidadania no Discurso de Campanha dos Candidatos à Presidência da República nas Eleições de 2002

Autora: Maria Andréa Luz da Silva
Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2005.

O presente estudo representa uma avaliação do discurso político dos candidatos à Presidência da República nas eleições de 2002 no Brasil. Uma análise sobre a forma como os conceitos de democracia, participação e cidadania foram trabalhados pelos candidatos em disputa, visto que tais conceitos foram temas centrais na construção de suas políticas públicas. A estrutura das análises, portanto, foram focalizadas nos programas eleitorais gratuitos na televisão que abordaram as propostas de políticas nas áreas de educação, saúde, emprego e renda e segurança pública. Também deram subsidio a esse estudo os planos de governo de cada candidato, bem como as diversas entrevistas nos meios de comunicação de massa e os debates políticos realizados por várias emissoras. Para efetivação de tais análises, estabelecemos os caminhos metodológicos a partir de um referencial de análise qualitativa que nos permitisse a analise de um discurso político "midático". Trabalhamos, portanto, com os discursos buscando identificar os elementos ideológicos justificadores para em seguida reconstruí-los de forma crítica. Tal estudo nos permitiu entender melhor as diferenças e semelhanças nos discursos dos candidatos. Por serem integrantes ou originários de partidos de esquerda, possuíam retóricas semelhantes, voltadas para o enfrentamento dos problemas sociais e a crítica a política econômica, no entanto, embora sem grandes distinções de conteúdo, podemos perceber a existência de certas diferenças na forma de elaboração das críticas e das soluções apresentadas pelos candidatos em seus programas eleitorais. Isto nos leva a concluir que as diferenças de discursos entre os candidatos era muito mais da forma de apresentação de suas propostas do que de conteúdo político ideológico.

Link: www.uece.br



- Adolescência em Conflito com a Lei, Mídia e Consumo: "a armadilha que o sistema quer"

Autor: Paulo Wescley Maia Pinheiro
Graduação em Serviço Social
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2011.



- Escola: uma análise dos processos de inclusão e exclusão do jovem em conflito com a lei em ambiente escolar

Autor: Iraci Bárbara Vieira Andradre
Graduação em Ciências Sociais
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2011.



- Juventude e Punição: sob a otica de jovens internos no Centro Educacional Patativa do Assaré - CEPA

Autora: Isis de Albuquerque
Graduação em Ciências Sociais
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
Orientador: Francisco Horacio da Silva Frota
Ano de Obtenção: 2011.

O presente trabalho monográfico tem como objetivo central significar criticamente as categorias juventude e punição sob a ótica de jovens em cumprimento de medida socioeducativa de privação de liberdade. Para o alcance de tal objetivo, realizou-se pesquisa bibliográfica e empírica sobre a referida temática, tendo os jovens do Centro Educacional Patativa do Assaré - CEPA como sujeitos da pesquisa. Tal Centro Educacional está situado no município de Fortaleza-CE, sendo escolhido como lócus de pesquisa pelo fato de atender jovens, em sua maioria, que já cumpriram outras medidas socioeducativas de internação. Neste estudo, buscamos analisar os significados para esses jovens a partir das reflexões de alguns autores, como GROPPO (2000) e FOUCAULT (1987), que trabalham respectivamente com as categorias juventude e punição discutidas nesta pesquisa. Concluímos que para os jovens juventude é aproveitar a vida, passear, jogar bola, etc. Mas que os mesmos não se percebem como jovens. Para eles as responsabilidades, os comportamentos e as mudanças de vida impostas pela criminalidade fazem com que estes passem a se perceberem como adultos. Já punição significa ter sua liberdade cerceada pela medida socioducativa de internação. Desse modo, a privação de liberdade se apresenta sob um viés punitivo e não pedagógico tampouco ressocializador.

Link: Monografia



Núcleo de Pesquisas da Universidade Estadual do Ceará - UECE


Campus do Itapery - Bloco de Estudos Sociais Aplicados - CESA / Av. Silas Munguba, 1.700 - 60.714-903 - Fortaleza - CE - Brasil
Fone: (85) 3101.9880 / E-mail: politicaspublicas@uece.br